quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Paz e Luz

Ah, tem coisas que o tempo leva...
Menos o coração da gente,
Que tem muitas histórias para contar.
Encontros e desencontros... E outros encontros.
Tudo é como deve ser.
Cabe ao homem aprender o que é preciso.
Quem é dono da verdade?
Tudo muda, e tudo passa...
Menos a lição que a gente aprende.

Ninguém morre; o espírito é imperecível.
Passa o corpo, fica a experiência.
Ah, a ignorância também passa... Mas fica o entendimento.

Não existe sorte ou azar, tudo é causa e efeito.
Cada um recebe o que dá!
E isso é assim também no infinito...

Sábio é quem perdoa, pois não se liga ao mal.
Quem tem amor, não tem como devolver ódio.
Quem é da Luz, não comunga com as trevas.

Se tudo passa, nada pertence ao homem, nem mesmo o corpo.
Só fica o que o espírito é!
E o que sente em seu coração.

Fazer o mal não compensa; só os tolos caem nessa.
Mesmo assim, tem gente pensando mal dos outros.
E, com isso, deixam as trevas penetrarem em suas mentes.

Ah, tem tanta gente tola no mundo!
Que não valoriza a vida e não sabe amar.
Por isso, andam com o olhar e o coração apagados.

Quem é da Luz, confia na Luz.
E jamais se revolta, pois a raiva não faz morada em seu Ser.
Quem é da Luz, compreende.

Quem é da Luz, ama, mesmo que ninguém entenda.
Isso faz parte do seu Ser. Não tem outro jeito!
E a Luz conhece seus filhos. É gente que ama.

Paz e Luz.
(Wagner Borges)

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Lamparinas

O problema é quando eu começo a ter ideias e a pesquisar na Internet.

Aqui está uma ideia bonita, romântica e económica para fazer frente aos aumentos da electricidade.

Quando pesquisei na Internet encontrei maneiras de fazer lamparinas, várias ideias e sugestões. Aqui vai uma bem moderna:

Lâmpadas Recicladas


sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Desculpa

Eu costumo dizer que quem perdoa é Deus.
Acho que nunca tenho de ser a fazê-lo porque também erro.

Até posso desculpar - o que não significa aceitar - mas para desculpar um erro - e todos cometemos erros - tem de haver um pedido de desculpa de quem errou.

Se a pessoa acha que não errou e que não tem de pedir desculpa, quem sou eu para desculpar!?
Passo então a ignorar a pessoa porque não satisfaz uma das característica que acho fundamentais num Ser seja ele Humano ou Espírito: a capacidade de pedir desculpa mesmo que ache que não errou e porquê?
Porque sabe que magoou. 

O maior problema - ou pecado - não está em errar mas sim em magoar!