quarta-feira, 30 de maio de 2012

Árvore de Cabeceira



Adoro esta árvore de sonho. Quando olho para ela sinto-me Mundo Encantado, num qualquer país da maravilhas de uma Alice de que nunca li a história.

Posso ser criança outra vez? Talvez a vida me desse outro encanto, agora é tudo tão diferente.



**********************************************************************************************
Eu sei que não tem nada a ver mas ou eu muito desconfio eu vou me tornar adepta praticante da Bimbyse. Já percebi que como os meus pais não gostam da Bimby nunca me vão dar uma e tenho de desistir da ideia de que têm de ser eles a darem-me uma portanto avancem para outra estratégia. eu compro a Bimby e eles... a ver se resulta!!! Mas a pressão aumenta :P

Os livros já eu os tenho todos (patrocínio da internet).
***********************************************************************************************

Mãe Voz- Off


A minha mãe agora deu-lhe para estas coisas das publicidades e filmes... convidam-na e lá vai ela. 
Quando lhe pergunto para o que era, quanto foi ganhar e quando recebe a resposta é sempre a mesma: 
- Sei lá!!!

E lá voltam a convidá-la e lá vai ela. Agora foi voz-off para isto:

video

Não fossemos nós uma família de artistas e eu pensaria que ela estava a ficar maluca mas lá que ela "curte" lá isso curte e modéstia á parte a voz foi muito bem feita e está muito bem metida nos movimentos.

Manta Monograma A - B - C - D (Precious Moments)













segunda-feira, 21 de maio de 2012

Stress?

Começo a entrar em stress.

Sábado decidi sair de casa, fui almoçar a casa do meu pai e depois fui a uns anos. Basicamente não fiz muitos movimentos mas depois tive imensas dores e sangrei. 
Para chegar ao aniversário, na casa da minha amiga, tive de conduzir. Mal não tem, o problema é que me obriguei a seguir a em frente, tinha medo de estar na rua, de estar sozinha, de conduzir, de que me acontece-se alguma coisa, de me doer a barriga. comecei a transpirar e a sentir suores, só me apetecia voltar para casa.

Resultado da "aventura" = Domingo tive de ficar fechada em casa e quase sem me mexer porque estava toda dorida e sangrava.

As coisas não estão a correr como eu quero e estou a fazer em esforço enorme para respirar fundo e manter a calma. Estou a gostar de estar em casa porque arrumei digitalmente uma série de coisas que de outra forma demoraria imenso tempo, só que essas coisas estão a acabar e o que tenho para fazer exige que eu me movimente e tenho medo de começar a sangrar outra vez.

Começo a ficar sem coragem para imensas coisas e pondero ficar em casa mais tempo. Isto está a ser mais difícil do que pensava. No Sábado, antes de ir para o aniversário, fui ao Intermaché e tive de começar a contar a respiração porque vi um bebé recém nascido e estava a ver que tinha de fugir dali. eu queria obrigar-me a sair de casa mas isso faz-me doer. Espero que isto passe depressa para eu não entrar numa fase paranóica.


Manta Monograma - A

Enquanto não fiz, pelo menos, uma letra não descansei. Quis ter uma visão geral o mais aproximada possível.
Amei o resultado final.


Apresento a Letra A:



Ursinhos na Estrela



Meia Lua e Flores






3 Cães




quinta-feira, 17 de maio de 2012

Truques para Abastecer Veículo



O autor deste texto diz que trabalha numa refinaria há 31 anos.
Truques de um Engenheiro de Segurança para abastecer os veículos!

Assim que você levar a sério e passar a aplicar os truques que a seguir são explicados, passará a aproveitar ao máximo o seu combustível e, portanto, o seu dinheiro... Espero que lhe sejam proveitosos.

1.º Truque: Encher o tanque sempre pela manhã, o mais cedo possível.
A temperatura ambiente e do solo é mais baixa. Todas os postos de combustíveis têm os seus depósitos debaixo terra. 
Ao estar mais fria, a terra, a densidade da gasolina e do diesel é menor.
O contrário se passa durante o dia, quando a temperatura do solo sobe, e os combustíveis tendem a expandir-se.
Por isso, se você enche o tanque ao meio dia, pela tarde ou ao anoitecer, o litro de combustível não será um litro exactamente.
Na indústria petrolífera a gravidade específica e a temperatura de um solo tem um papel muito importante.
Onde eu trabalho, cada carregamento de combustível nos caminhões é cuidadosamente controlada no que diz respeito à temperatura.
Para que, cada galão vertido no depósito (cisterna) do caminhão seja exacto.

2.º Truque: Quando for pessoalmente encher o tanque, não aperte a pistola ao máximo (pedir o mesmo ao abastecedor no caso de ser servido).
Segundo a pressão que se exerça sobre a pistola, a velocidade pode ser lenta, média ou alta.
Prefira sempre o modo mais lento e poupará mais dinheiro.
Ao encher mais lentamente, cria-se menos vapor e, a maior parte do combustível vertido converte-se num cheio real, eficaz.
Todas as mangueiras vertedoras de combustível devolvem o vapor para o depósito.
Se encherem o tanque apertando a pistola ao máximo uma percentagem do precioso líquido que entra no tanque do seu veículo transforma -se em vapor do combustível, já contabilizado, volta pela mangueira de combustível (surtidor) ao depósito da estação. Isso faz com que ,os postos consigam recuperar parte do combustível vendido, e o cliente acaba pagando como se tivesse recebido a real quantidade contabilizada, menos combustível no tanque, pagando mais dinheiro.

3. º Truque: Encher o tanque antes que este baixe da metade. Quanto mais combustível tenha no depósito, menos ar há dentro do mesmo.
O combustível evapora-se mais rapidamente do que você pensa.
Os grandes depósitos cisterna das refinarias têm tectos flutuantes no interior, mantendo o ar separado do combustível, com o objectivo de manter a evaporação ao mínimo.

4.º Truque: Não encher o tanque quando o posto de combustíveis estiver sendo reabastecido e nem imediatamente depois.
Se você chega ao posto de combustíveis e vê um caminhão tanque que está abastecendo os depósitos subterrâneos do mesmo,
ou os acaba de reabastecer, evite, se puder, abastecer no dito posto nesse momento.
Ao reabastecer os depósitos, o combustível é jorrado dentro do depósito, isso faz com que o combustível ainda restante nos mesmos seja agitado e os sedimentos assentes no fundo acabam ficando em suspensão por um tempo.
Assim sendo você corre o risco de abastecer o tanque com combustível sujo.


quarta-feira, 16 de maio de 2012

Rena Rudolfo















Manta Monograma

Com um projecto a acabar está na hora de começar a pensar noutro. 

Este já estava escolhido á algum tempo mas deparei-me com um Grande problema: O que eu tinha não tinha qualidade de impressão :( depois de cerca de 2h de busca e pesquisa lá encontrei e para não variar, num site russo todo o esquema com qualidade.





segunda-feira, 14 de maio de 2012

Abortei

Entrar no Mudo do aborto é entrar onde nunca se quer e se espera.

Após uma primeira ida ao Hospital no Sábado e com as perdas de sangue a manterem-se mas com outra cor, liguei para a Saúde 24 e fui encaminhada.

Muita gente tem de perceber que quando eu digo que alguma coisa não está e que o facto de eu ter falado com uma amiga que achava estranho estar agora grávida é porque eu pressentia alguma coisa. Esta data nada me dizia... não fazia parte de nada e se ate agora eu tinha acertado em todas as datas e acontecimentos... o que é que se estava a passar?

Quando chego aos Hospital já quase não conseguia falar com as dores abdominais, dentro de mim eu já sabia. A menina da recepção reconheceu-me deixou-me entrar logo. Era a hora, a chorar deitei-me na maca e vi... restos, estava tudo desfeito e a querer sair. Vi grande parte a ser expulso!

A dor de um aborto não se explica porque desejas, gostas e queres muito alguma coisa que ainda é o principio de um existir. Basicamente ainda não está lá, mas existe e com quase 2 meses é qualquer coisa: são os teus planos, os teus sonhos, as tuas brincadeiras, esperanças, alguém a quem já chamas filho. No meio de tudo isto parece-me estranho que existam pessoas que não acreditem que primeiro és uma entidade espiritual e só depois carnal porque se não fosse assim como é que é possível que tu já consideres uma bola, um pequeno saco de carne que está dentro de ti e que mal é visível, como o teu filho e sobre aquele pedaço já faças planos de vida.

Desde o dia em que tive a certeza que estava grávida que tudo mudou, a minha maneira de ver o Mundo, de o sentir. O Mundo está igual mas é instintivo, qualquer coisa muda dentro de nós em milésimas de segundo sem que o possamos controlar. Abortar é uma perda tão ao fundo no meio do nada. Se não existes espiritualmente antes, como é possível que o aborto seja uma perda tão profunda, algo que se sente para lá da Alma. Afinal estamos a falar de um bocado de carne que ainda não é nada, nem um projecto. Só um pensamento.

Toda a equipe médica e de enfermarem da urgência de obstetrícia do São Francisco Xavier foi espectacular comigo, acho que foi a primeira vez em anos que apesar de tudo me senti segura e confortável num hospital. Não houve um não sorriso, uma palavra hostil... nada.

Cá dentro é muito difícil, Eu sei que se era para ser que fosse agora e sei que daqui a 3 meses o meu menino vai voltar e ficar cá bem. O Pai quero-o cá e agora ele tem a certeza disso e a mãe promete ter um bocadito mais de juízo, mas não muito porque senão também estraga tudo.

A espera é dolorosa, enquanto esperamos o nosso corpo vai expelindo bocados de nós. Entrar na Sala de Corte (para a raspagem) é... violento. a menina só perguntava se eu estava bem porque eu suspirava muito e profundamente. Eu estava cheia de medo. Eu tinha dito ao L. para não me deixar ir, que não queria ir porque tinha medo, eles metem-nos a dormir e depois fazem o que têm a fazer (que ainda não sei bem o que é) e eu não queria dormir, não queria entrar para ali. Apesar do meu corpo já ter rejeitado a maioria, ali era mesmo o fim e se eu sabia que era melhor e que eu tinha abortado também me restava uma esperança de estar a viver outra vida que não a minha.

Quando entrei na Sala estava a tocar a música:



Ligaram-me, a anestesista mandou-me respirar fundo e eu automaticamente dormi toda uma vida sem me lembrar dela em 10 minutos.  Quando acordei todo o meu Mundo estava diferente e cá dentro não existia mais nada.

Só espero que o vazio passe porque a tristeza é muito grande.

Eu tinha tanto medo, mas queria tanto um bebé... por momentos esqueci-me disso e Deus deu-me (nos) uma lição:
- Vejam lá se sabem exactamente o querem e se têm medo comprem um cão!!

Até Setembro, meu filho.

sábado, 12 de maio de 2012

Em Repouso

Ontem onde uma estúpida da Linha de Saúde 24 disse que não me ia ajudar porque não tinha essa obrigação (deu-me a entender que só respondia se quisesse) mas que me ia fazer umas perguntas e reencaminhar-me para o Hospital, ao que eu respondi:: "Que para ir ao hospital eu sei o caminho não preciso que me faça perguntas para se meter na minha vida." 

Quando consegui falar com a minha prima fiquei mais descansada porque ela ligou para o Hospital, enviei os meus exames e foi-me marcada uma consulta da especialidade para Segunda - Feira. 
Fiquei mais calma e tranquila porque sei que a minha prima vai sempre fazer o melhor para mim e agradeço ter esta oportunidade e sorte de ter alguém a meu lado em quem eu confio e que me vai sempre apoiar. Tenho tão pouca, ou quase nenhuma, família que me sinto uma privilegiada e abençoada porque nunca me faltaram.

Tenho medo e muita desconfiança no nosso sistema de saúde.

Ao final da tarde ela ligou-me a confirmar que o assunto foi tratado com a devida urgência mas que não era assustador. Grávida pela primeira vez, sem ainda ter tido a primeira consulta de obstetrícia, tendo hipotireoidismo e a 2 meses de fazer 40 anos, não é nada fácil. 
Muitos sustos me esperam e se eu já desconfiava, agora tenho a certeza!

Hoje acordei com perda de sangue. Ia tendo um ataque cardíaco mas a minha veia auto protectora disse-me para manter a calma, respirar e ligar para a Saúde 24 pois estava tudo bem. 
Continuo com os meus medos e preocupações mas no fundo e ao contrário do que algumas pessoas chegadas a mim e que já sabem que estou grávida pensam, tenho um pensamento positivo bastante profundo. As minhas campainhas tocam em sinal de alerta mas o sinal baixa de intensidade para eu poder raciocinar e agir em conformidade - tenho é de reagir - não fazer nada nunca fez parte de mim e agora muito menos, preciso de respostas e ...já.

Neste momento estou em casa e mal me mexo, tenho medo de activar qualquer coisa dentro de mim que chateie o feto e... parece que a minha perda de sangue poderá ter sido devido a relações sexuais. 
Ainda ninguém me tinha dito que nos primeiros 3 meses era melhor evitar e eu tenho praticado esse pecaminoso prazer exactamente e com a mesma periodicidade com que praticava ehehehehhhh. 

Parece que hoje dei-me mal, o que não calha nada bem seguido ao dia que tive ontem, mas isto não escolhe dias e eu estou aqui, 5h, á espera que passe definitivamente mas ligeiramente assustada com a possível "normalidade" da coisa. Se não passar em definitivo no final da tarde lá terei eu que ir ao Hospital e ter de começar a habituar-me que esta irá ser a minha vida nos próximos meses.

Mas o meu filho vai ficar bem e saudável.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Donos de Portugal - Documentário

Documentário de Jorge Costa

Donos de Portugal é um documentário sobre cem anos de poder económico.
O filme retrata a proteção do Estado às famílias que dominaram a economia do país, as suas estratégias de conservação de poder e acumulação de riqueza.
Mello, Champalimaud, Espírito Santo -- as grandes famílias cruzam-se pelo casamento e integram-se na finança. Ameaçado pelo fim da ditadura, o seu poder reconstitui-se sob a democracia, a partir das
privatizações e da promiscuidade com o poder político. Novos grupos económicos -- Amorim, Sonae, Jerónimo Martins - afirmam-se sobre a mesma base.
Quando a crise desvenda todos os limites do modelo de desenvolvimento económico português, este filme apresenta os protagonistas e as grandes opções que nos trouxeram até aqui.

Trabalhos Com Papel
















Retira-se a parte superior da lâmpada e fura-se .
Faz-se o pássaro da sorte em origami, prende-se com um fio e com Lacre de cor (compra-se nas drogarias).
 Fecha se o orifício e coloca-se um fio de aço para suster a Lâmpada