quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Gravidez Semana a Semana - 4 a 14

Durante o 1º mês só tem de se preocupar com as dores se elas não desaparecerem, se forem muito agudas e acompanhadas por sangue.Se a dor for semelhante á da menstruação pode ser sinal de aborto..
Se achar que os sintomas, normais numa gravidez, como tensão mamária, cansaço e náuseas estão fora do normal fale com o médico.
Se perder algum sangue não significa que vá abortar mss tenha cuidado, tal como deve de ter cuidado com:

  •  produtos de limpeza porque podem provocar asma ao bebé (opte por naturais, ecológicos ou pela solução vinagre, sal e limão)
  • evite meter gasolina
  • pintar o quarto do bebé
  • fazer trabalhos manuais com cola de contacto
  • usar produtos para limpar o forno
  • inalar ambientadores 
  • situações semelhantes
Se você estiver grávida de 3 semanas significa que na realidade passou apenas 1 semana desde que o bebé foi concebido.


SEMANA 4
O bebé tem o tamanho de um feijão e mede entre 0,36 e 1mm. Aos 23 dias de gravidez podes escutar os batimentos cardíacos. 
O corpo da mulher não em aparentes modificações exteriores mas o útero começa a inchar e amolecer.


SEMANA 5
Começam a aparecer os olhos e os ouvidos do bebé sob a forma de vaso óptico e otocisto, aparece a crista genital, já se consegue ver o coração. O sistema nervoso central já está em formação, tal como, o desenvolvimento de pequenos vasos sanguíneos que marcam o início da circulação entre mãe e filho.
O bebé tem cerca de 1,25 mm. O embrião parece-se a um mini camarão com o tamanho de um grão de arroz.
A mulher pode ainda não se ter apercebido que está grávida mas o atraso menstrual vem acompanhado dos sintomas normais numa gravidez como as náuseas, aumento de apetite, dores no peito, cansaço, frequente vontade de urinar. Começam as sensibilidades a alguns sabores e cheiros. É altura para começar a praticar desporto que facilitará a recuperarão do parto

SEMANA 6
O feto desenvolve-se muito rapidamente nesta semana. Aparecem os primeiros sinais do ouvido interino, do qual depende o equilíbrio do bebé e as protuberâncias que darão origem aos braços e ás pernas (tudo  isto em 2-5 mm). O embrião assemelha-se a um cavalo-marinho com uma cabeça de cerca de 1/3 toal do corpo e cauda.
A mulher começa a sentir maior sensibilidade e inchaço nos seios que endurecem e os mamilos começam a inchar. É normal sentir náuseas matinais que poderão ser controladas se comer em poucas quantidades, mas com frequência. Estará a passar por alterações de humor, irritabilidade e confusão de sentimentos.
SEMANA 7
Começam a definir-se os primeiros traços do rosto (boca, fossas nasais,orelhas e olhos). As glândulas sexuais estão a desenvolver-se mas ainda não se pode ver o sexo do bebéO esqueleto adquire forma e um  grande pescoço separa a cabeça do corpo. A placenta continua a formar-se e começa a fornecer elementos nutritivos do seu corpo ao do bebé, eliminando também os resíduos produzidos. O cordão umbilical, a linha de vida entre mãe e filho, começa a crescer e expande-se, os batimentos cardíacos  tornam-se regulares. Começa a formação dos pulmões, ossos e músculos, já tem apêndice, os lábios e a língua já estão formados, a cabeça e cérebro apresentam um rápido crescimento.
Pode-se ver pequenos movimentos do bebé na ecografia mas só sentirá seu bebé mexer por volta das  18 semanas.
A mulher terá maior consciência da sua gravidez porque as suas hormonas estão bastante activas. Os batimentos cardíacos estão acelerados, devido ao crescimento rápido do bebe. A taxa de metabolismo sofre um aumento de 25%. O muco cervical  torna-se mais espesso para tapar o canal cervical e isolar o  útero, preparando-o assim para o momento do parto.

SEMANA 8
O bebé passa de embrião a feto. (Feto significa “pequeno” ou “jovem”). O feto mede entre 14 a 25 mm da cabeça às nádegas e pesa 4 g. Já tem forma humana e o corpo dele perde a estrutura em curva e endireita-se. Os membros são mais proporcionais, o olhos, começam a centralizar-se no rosto.
Já se podem ver os dedos das mãos e dos pés, ligados por uma membrana, é possível reconhecer os braços e as pernasO coração bate cerca de 170 vezes por minutoOs rins estão preparados para produzir urina. Os órgãos como os pulmões, estômago e o fígado funcionam e continuam a desenvolver-se.O bebé vive dentro do liquido amniótico, constituído maioritariamente por água, que o mantém a uma temperatura constante e protege de choques. Faz os primeiros movimentos, como pequenos pontapés após receber nos seus músculos mensagens dos nervos, mensagens que chegam da medula espinal e não do coração, como anteriormente. Cabe agora à placenta o papel de alimentar o bebê através do cordão umbilical ligado ao útero, este sistema de alimentação será o único durante toda a gravidez, fornecendo alimentos, água e oxigénio ao bebéNa mulher o útero vai  ocupar cada vez mais espaço. A ecografia confirmará a data prevista do parto.  
SEMANA 9
bebé mede 22 a 30 mm da cabeça às nádegas. A sua aparência torna-se mais definida. Os dedos separam-se e os pés alongam-se. O lábio superior termina de se formar e e as orelhas são salientes. A cabeça cresce e ele entra em uma fase de crescimento acelerado. O tecido da placenta instala-se numa zona da parede do útero, embora ainda não esteja totalmente operacional. bebé já está em movimento mas ainda não é capaz de o sentir. O sistema nervoso expande os seus conectores por todo o corpo e realiza movimentos de espasmos e involuntários que o cérebro ainda é incapaz de controlar.  A mulher vai reparar em mudanças de atitude e em aborrecimentos típicos dos primeiros meses de  gravidez, o útero dobrou de tamanho. Os cabelos têm mais gordura e necessitam ser lavados com maior frequência. O rosto está descontraído e inchado, podendo surgir algumas espinhas que vão passar com o tempo.

SEMANA 10
bebé possui na realidade 8 semanas de existência e já tem as impressões digitais que o tornam único! Mede cerca de 31-42 mm e pesa 5 gramas e  flutua em cerca de 50 ml de liquido amniótico. (O aumento da quantidade deste líquido é directamente proporcional ao crescimento do bebê, tendo em conta que é composto da urina do feto.) O rosto ganha forma e parece  “humano“. Os dedos das mãos e pés perderam a membrana que os ligava. A estrutura do cérebro está completa,  surgem cavidades nas gengivas para encaixar os dentesO cordão umbilical já está operacional e encarrega-se da circulação sanguínea, ainda que a placenta não esteja constituída. Ainda não se percebe sexo porque formação dos órgãos genitais ainda não está completa. Com o desenvolvimento do sistema nervoso está avançado, os movimentos do feto multiplicam-se. As unhas começam a crescer. O bebé prepara-se para a digestão dos alimentos quando nascer. Na mulher o humor é cada vez mais instável. Poderá sentir-se deprimida ou irritada com coisas que, normalmente, não a afectam. Pode sentir fraqueza ou tonturas, sobretudo quando exerce movimentos bruscos.
SEMANA 11 
A gravidez está mais segura e com menos risco de aborto espontâneo e o bebé não estará tão sujeito a riscos exteriores, mede cerca de 44 a 60 mm e pesa cerca de 8 gramas, tem o tamanho de uma pequena lima e estará na posição fetal, de joelhos encolhidos e com o queixo dobrado para dentro. Começou a gerar os seus próprios glóbulos vermelhos. O coração distribui sangue por todo o organismo e por meio do cordão umbilical até à zona que se tornará em placenta. Ele inicia a produção de urina, os ouvidos médios e internos já terminaram sua formação. Se for um menino, os testículos do bebé começam a produzir a testosterona. O bebé já faz movimentos mais definidos, move a coluna e estica os braços e pernas. Quando mais ele se move, mais fortalece os seus músculos. Ao mesmo tempo, ele pode abrir e fechar a boca. A quantidade de sangue que circula em corpo da mulher continua a aumentar. A respiração pode acelerar e transpirar mais do que o normal, o seu olfacto estará mais apurado e produz mais saliva, pesa mais 1 kg mas algumas mulheres com náuseas podem perder peso no primeiro trimestre da gravidez. É normal sentir-se cansada e dormir mal, mais quente que o normal,com mais calor nas mãos e nos pés, mais sede e com maior intensidade porque o corpo assinala uma necessidade acrescida de líquidos.

SEMANA 12
O bebé tem 65 mm da cabeça às nádegas e um peso de cerca de 8 a 14 gramas, mais ou menos o tamanho de um limão. Os membros crescem e são mais proporcionais em relação ao resto do corpo. Nos dedos das mãos e dos pés, nascem as unhas. Os genitais externos continuam a formar-se, mas não se entende o sexo da criança.
Os principais sistemas do corpo do bebê estão formados e começam a instalar-se nos respectivos lugares e todos entram em fase de crescimento. A placenta já está formada, mas ainda é pequena. A cabeça está mais arredonda e a cara ganha forma. Os ouvidos estão nos lados da cabeça. As pálpebras encontram-se fechadas. O queixo e o nariz estão salientes. Os maxilares já têm uns pequenos botões onde surgirão os dentes. O bebé já tem capacidade de bocejar, absorver e engolir. A circulação sanguínea funciona na perfeição, do mesmo modo que os rins. Os ossos ganharam rigidez. Os movimentos aumentam e ele abre e fecha as mãos. Começa a mover as pernas, pula e salta sobre as paredes do útero. O bebê começa a sorrir.
Na mulher a pele é mais suave e luminosa devido aos hormonios da gravidez e ao aumento do volume sanguíneo. As náuseas matinais desapareceram ou diminuíram de frequência. Pode ter necessidade de urinar com maior frequência porque útero está crescendo e pressiona a bexiga.

SEMANA 13
O bebé já se movimenta muito a cabeça, este é o membro que mais se movimenta. Está a começar o período em que o peso e o tamanho vão aumentar. Agora está com 65-75 mm de comprimento e pesa 15-20 gr. Já é possível distinguir o sexo na ecografia. As mãos e os pés já estão bem desenvolvidos e muito movimentados. A cabeça ainda está grande, mas o pescoço está mais definido. Os braços e as pernas estão mais compridos e proporcionais. O corpo agora está coberto de pelugem e o feto já se parece com um bebé.  O bebé flutua no saco amniótico. À medida que ele cresce, expande-se o saco para lhe dar espaço suficiente para exercitar os pontapés e movimentos. 
Se a mulher apalpar a zona de baixo da barriga vai sentir o seu crescimento,
o corpo já está mais adaptado à gestação, os sintomas de desconforto começam a desaparecer, os enjoos e fadiga diminuem. 

SEMANA 14
bebé já consegue efectuar expressões faciais e exercitar os músculos faciais, fazendo movimentos expressivos. Tem o tamanho de uma pêra e pesa cerca de 70g.  O esqueleto está mais duro e forte, e apesar de ainda não funcionarem já tem pupilas gustativas que se assemelham a um adulto! O pescoço  está mais comprido, o queixo mais definido, os olhos ainda estão próximos um do outro e vão permanecer fechados ate ás 28 semanas de gestação,  já começam a aparecer as sobrancelhas. O bebé move-se facilmente no liquido amniótico porque ainda tem muito espaço para o fazer. Está cada vez mais forte e para incentivar o desenvolvimento dos músculos dá pontapés, contorce-se, abre e fecha as mãos e até já consegue pôr o dedo na boca. Apesar da mãe não se conseguir aperceber disso, o bebé tem períodos em que está acordado e outros em que dorme. Na mulher a barriga ainda não tem tamanho suficiente para lhe dar uma barriga óbvia de grávida mas começa a notar-se a cintura a alargar. É normal as mulheres sentirem-se com energia e uma sensação de bem-estarÉ necessário fazer uma alimentação saudável o bebé precisa de muitas proteínas para assegurar o seu rápido crescimento. 

Sem comentários:

Enviar um comentário