domingo, 27 de outubro de 2013

Primeira Sopa

Costuma-se dizer que não existem duas sem três e à terceira acertei.

Era novidade para o Diogo e era novidade para mim mas depois das birras e dores de cabeça à terceira acertei em cheio na forma como o Diogo gosta da sopa e agora nem me chateio porque ele abre a boca. Gosta da sopinha da mamã :)

Na altura procurei dicas na internet como a fazer mas não encontrei e estava desesperada porque o Diogo chorava imenso. Eu sabia que era o principio e que seria difícil mas ninguém gosta de ver um bebé a chorar daquela maneira e eu sentia que a culpa também podia ser minha.

Como fazer a primeira sopa do bebé:
2 cenouras ou o peso equivalente em abóbora
1 batata
1 cebola pequena 
1 fio de azeite

Esta quantidade faz cerca de 400 gr (umas vezes ligeiramente mais outras ligeiramente menos mas não varia muito). O bebé deve de comer 200 gr por refeição que é o equivalente a 2 conchas de sopa - pesei e medi tudinho :P

Na Bimby, em Varoma, pode fazer a sopa e cozer a fruta ao mesmo tempo, em 30 ou 40 minutos com cerca de 600 gr de água no copo da Bimby.


Peguei em prata e criei uma "concha" para a fruta onde deitei um copo de água.

A prata não deve tapar na totalidade os buracos da Varoma para o vapor circular. A água não se perde e é aproveitada para sumo para o menino.

Na sopa fiz exactamente a mesma coisa.

Quando os legumes acabam de cozer deito a água para um copo e aproveito-a cheia de nutrientes para tornar a sopa menos espessa (agora que sei como o Diogo gosta acabo por aproveitar cerca de meio copo).

Não trituro as coisas na Bimby para não a sujar, assim só a passo por água. Torna-se mais fácil usar o copinho e a varinha mágica.



Para ajudar na tarefa comprei este babete na Primark por 3,50€ e depois fui lá buscar mais 3:
  • porque com o inicio do Inverno demoram mais tempo a secar, 
  • porque o Diogo suja outro ao jantar com a papa,
  • porque são muito práticos e higiénicos. 

São meia camisola plastificada e com mangas, deixam o Diogo levar as mãos à boca e expirar sem sujar a roupa. Como ainda estão um bocadinho grandes prendo com alfinete dama (próprio para bebés). Quando o Diogo acaba de comer, o babete vai para dentro de um alguidar pequeno e para ser lavado o mais depressa possível.




A alimentação do Diogo foi dada pela pediatra, à qual de futuro farei alterações. 

Porque quero que o meu filho nos ensine a comer e tenha um paladar diversificado, irei introduzir alimentos da comida vegetariana e macrobiótica sem prejudicar quem ficará com ele e lhe dará carne e peixe.

Como somos o exemplo que as crianças seguem e como desde pequenos eles nos seguem com o olhar essas mudanças começaram de forma ligeira mas... estão a caminho! 

Sem comentários:

Enviar um comentário