segunda-feira, 28 de março de 2016

EDP Meia Maratona de Lisboa

Diogo o que é que mais gostaste de ver na Meia Maratona?


Depois de aplaudir efusivamente a passagem dos corredores em cadeiras de rodas... fiquei surpreendida com a noção dele "àquela diferença" porque nunca contactou com nenhuma.

Á Procura do Lobo Mau

- Vamos á procura do Lobo Mau?
Foi com esta pergunta que ele acordou no Domingo dia 13 e disse logo que sim. Preparámos-nos para sair rapidamente de casa, aproveitar um fantástico dia de Sol, o facto de termos entradas gratuitas e lá fomos para o Palácio de Monserrate.



Está Aberta a Época Balnear 2016

Eu sei que já devíamos saber que Diogo e praia dá sempre em banho mas até estava um belo solinho naquele Sábado, dia 12 de Março e nós aproveitámos para ir arejar e o Diogo aproveitou tudo ao máximo: começou de uma maneira e acabou... conforme o esperado!!!




Dia do Pai 2016

A ideia foi tirada daqui mas claro que eu tinha de inventar, complicar e personalizar a coisa. 

Custo foi quase ZERO €:
- a caixa tinham-me dado uma do Ikea que eu cortei á medida e depois colei e agrafei, 
- as fotos foram trabalhadas on-line, 
- o papel autocolante tinha lá em casa, 
- os frascos são os de salsichas). 

O único custo (objectivo) foi o das Gomas Hussel e o tempo que tive de dispensar para esta obra de arte.

O Diogo fez uma série de trabalhos artísticos em folhas A4 com iogurte com corantes alimentares. 









O Dinossauro

O Diogo anda um bocadinho rabugento e carente, não sei se é triste mas que quer muito mimo, beijinhos e colinho lá isso quer.

No fim de semana passado fomos ao Parque Infantil de Algés, onde ele costuma ir com a Avó Bé, uma menina pequenina encontrou um dinossauro pequenino e deu-o ao Diogo mas a irmã mais velha tirou-lho e mesmo depois de perguntar a todos os meninos e meninas do parque de quem era o dinossauro e de não ter encontrado o dono ela decidiu não o dar ao Diogo mas fazia piraça e meti-o á mão dele quando ele lá chegava ela tirava. 

O Diogo deixou de brincar para perseguir o dinossauro e eu estava a ficar com o coração partido, tal era a cara que ele fazia. Chamei-o mais uma vez, á parte, mas desta vez prometi-lhe que se ele fosse brincar e deixasse de perseguir o dinossauro que eu lhe faria um - felizmente ele entendeu e foi brincar porque o Diogo sabe que a mãe não lhe mente e cumpre as promessas.

Entretanto o pai cabou por sair do parque e foi ao chinês comprar-lhe um dragão (3€) - podem ver a tristeza que o menino tinha e a menina mais nova antes de se ir embora veio dar o dinossauro ao Diogo que se iluminou num suave sorriso lindo. A mais velha já vinha para lhe tirar o dinossauro mas eu não deixei: Ora bolas isso também não se faz pahhhh - e assim se foram embora deixando o meu menino com um dinossauro que se chama Paxi , um dragão voador e como a mãe cumpriu a promessa um dinossauro Pai (cheira-me que ele quer mais daqueles)


O Molde está aqui mas atenção que não é ideal para trabalhar em feltro, o feltro dificulta um bocado a montagem, principalmente a adaptação da cauda ao resto do dinossauro mas mesmo assim foi um trabalho conseguido.

Parque do Alvito Sempre

E porquê? Porque é enorme, tem um barco pirata e muitos outros divertimentos que trabalham as energias e a imaginação das crianças.
Aqui em casa é carinhosamente apelidado de: Parque dos Piratas ou não morasse aqui um Peter Pan sempre disponível para novas aventuras e Carta de Marinheiro tirada nos livros da Walt Disney.



sexta-feira, 18 de março de 2016

7 Anões Para Sempre

São 6h da manhã de quarta-feira, estou na cozinha. Deitado na minha cama e a dormir profundamente está o Diogo. 

Oiço-o falar e penso que acordou mais cedo, fico preocupada porque ele precisa dormir porque teve uma noite agitada mas digo-lhe: 
- Bom Dia amor, a mamã vai já dar-te um beijinho!!!

Chego ao quarto e felizmente ele dorme profundamente enquanto canta:
- Eu vou, eu vou, eu vou para casa eu vou...

quarta-feira, 16 de março de 2016

Transformar Guardanapos em Forminhas para Doces


É simples e muito barato transformar guardanapos em forminhas para doces :)
 <div id="fb-root"></div><script>(function(d, s, id) {  var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];  if (d.getElementById(id)) return;  js = d.createElement(s); js.id = id;  js.src = "//connect.facebook.net/pt_PT/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3";  fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, 'script', 'facebook-jssdk'));</script><div class="fb-video" data-allowfullscreen="1" data-href="/CatracaLivre/videos/vb.145632722140414/1161973073839702/?type=3"><div class="fb-xfbml-parse-ignore"><blockquote cite="https://www.facebook.com/CatracaLivre/videos/1161973073839702/"><a href="https://www.facebook.com/CatracaLivre/videos/1161973073839702/"></a><p>Olha só como é simples transformar guardanapos em forminhas para doces!Parceria com eduK</p>Publicado por <a href="https://www.facebook.com/CatracaLivre/">Catraca Livre</a> em Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2016</blockquote></div></div>

segunda-feira, 14 de março de 2016

E Para o Tirar de Lá???

Levar uma criança de quase 3 anos para um lugar destes é como dizer a um adulto que lhe saiu o Euromilhões.


Tá Feito o Dia...

Ontem:
Ele acorda, segreda-me, dou-lhe um beijo no nariz e recebo outro. Ele mete-se de joelhos, mandasse para cima do pai e grita:
- Acorda, palhaço!!!

terça-feira, 8 de março de 2016

Brinquedos a Mais

Tivemos a certeza do que já sabíamos mas é preciso passarmos pelas coisas para termos a certeza absoluta. 

O Diogo tem imaginação e companhia para as brincadeiras suficientes para se entreter com poucos brinquedos, por isso, ontem foi dia de... Pontualmente já fazia uma triagem mas ontem arrumei no sotão mais de metade das coisas e ele não se queixou.

O Dumbo, o Mickey e o Peter Pan continuam a fazer-lhe companhia mas só mesmo para enfeitar :P

O Micróbio e a Bactéria

O Micróbio e a Bactéria são 2 monstros que estão nos sapatos, de andar na rua, dos meninos. Fogem para cima da cama quando metes lá os pés sem te descalçares e provocam doenças e muitos dóis dóis.

O Diogo acabou por encontrar o Micróbio e a Bactéria na caixa dos bonecos. Ficaram todos amigos e eles vão saindo sistematicamente da caixa para participar activamente nas brincadeiras.

São tão feios que ele deixou de meter os pés calçados em cima das camas.

Bactéria e Micróbio

Testamento Vital

A minha mãe ligou-me a pedir para eu lhe imprimir o Testamento Vital. Tive consciência da minha mortalidade e da nossa impotência para enfrentar certos casos da vida. 

Tenho de me debruçar sobre o assunto e tomar uma decisão sobre o que quero para mim mas para já não condeno o direito à morte porque se podemos escolher como vivemos devemos poder escolher como queremos morrer. 

O meu problema são as circunstâncias em que posso ter o direito de fazer essa escolha e a não futura banalização desse direito como por exemplo na Holanda onde já se pede o direito das pessoas com mais de 70 anos puderem escolher se querem viver ou morrer. 

A dor, com limites suportáveis diferentes de individuo para individuo, pode ou não ser aligeirada com medicamentos mas será motivo para alguém querer morrer? E que dor nos dará o direito de  tomar essa decisão? Estaremos mortos presos dentro de nós fechados num quarto de um hospital com cuidados paliativos diários ou teremos o direito de escolher que não queremos viver assim? Apesar de não termos escolhido viver porque a vida foi-nos dado por outros teremos o direito de pedir a outros que nos matem?

Em países onde a eutanásia foi legalizada aconteceram algumas decisões estranhas que eu nunca aceitaria como um direito que alguém tem de poder escolher mas nunca suportaria ver alguém sofrer só porque não pode ter o direito de escolha.

Não consigo imaginar que ela um dia vai morrer. Não estou preparada para a deixar ir nunca seria capaz de lhe desligar a máquina. Não estou preparada para encarar o facto que um dia posso ter de tomar uma decisão, que um dia ela poderá estar a sofrer e que um dia ela deixará de fazer parte da minha vida.

Não imagino um Mundo sem a minha Mãe e agora, com 58 anos, ela quer decidir como morrer. Sempre imaginei que os curtos 14 anos que nos separam iriam envelhecernos juntas e que juntas deixaríamos este Mundo, de mãos dadas, sem sofrimento e sem lágrimas mas no fundo tenho a certeza, porque ela merece, que um dia ela irá simplesmente deitar-se e dormir para sempre. Este documento é pura burocracia.

Pode ver e imprimir aqui o Testamento Vital.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Até o Diabo...

Até o Diabo cuida e protege os seus filhos mas tu...

Foi assim que acordei 2 noites seguidas. A verdade é que não passa, acho que nunca vai passar porque a dor é profunda mas tenho a certeza que vai ficar tudo bem. Tenho algumas imagens, voltei a "ver" algumas coisas mas falta-me confiança. Estou insegura e tenho medo! Não sei em que acreditar mas depois...

. . . Existe aquela voz que comecei a ouvir a dormir e depois acordada que me diz:
- Calma Sandra, aguenta-te. Estás bem, o teu filho está bem e vai ficar tudo bem. Espera um bocado porque vai correr tudo bem. Não tenhas medo.Tem força, segura-te no teu filho, ele protege-te!

E assim vou andando: À Espera. Insegura, com Medo mas com Esperança. Alguma coisa me diz para ACREDITAR.